ipca
-0,21 Nov.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Lactalis oferece indenização por Salmonella, mas governo francês diz que investigação continua

14/01/2018 14h08

Por Richard Lough

PARIS (Reuters) - A França recebeu bem neste domingo a promessa do grupo Lactalis de compensar vítimas de uma contaminação por Salmonella em seus produtos de leite para bebês, mas informou que a investigação judicial para determinar quem são os responsáveis continuará.

O presidente-executivo da Lactalis, Emmanuel Besnier, disse à publicação semanal Journal du Dimanche que a companhia, uma das maiores produtoras de laticínios do mundo, “pagará indenizações a cada família que foi prejudicada”.

Infecções por salmonella podem ser um risco à saúde e as famílias de três dúzias de crianças que adoeceram na França como resultado da contaminação do leite para bebês anunciaram uma série de processos judiciais.

A promessa de Besnier foi feita dois dias após a Lactalis ter ampliado um recall de produtos para cobrir todas as fórmulas infantis feitas em sua fábrica em Craon, independentemente da data de fabricação, em uma tentativa de conter o escândalo que pode prejudicar o estratégico agronegócio francês em mercados estrangeiros.

“Pagar uma indenização é bom, mas o dinheiro não pode comprar tudo”, disse o porta-voz do governo Benjamin Griveaux em entrevista à BFM TV.

O medo se intensificou na semana passada quando os maiores varejistas da França, incluindo o Carrefour, Auchan e Leclerc admitiram que produtos que sofreram recall em dezembro tinham chegado às prateleiras mesmo assim.

“É trabalho da investigação determinar onde as falhas ocorreram e quem é culpado”, disse Griveaux, acrescentando que “as responsabilidades foram compartilhadas”.

Besnier não informou o valor que as indenizações podem alcançar. Implementar um recall global será desafiador. A Lactalis, empresa de capital fechado que é uma das maiores produtoras de laticínios do mundo, exporta alimentos para bebês para 83 países por toda a Europa, África e Ásia.

Mais Economia