Bolsas

Câmbio

Membro do conselho da Renault renuncia antes de reunião para sucessão de presidente-executivo, dizem fontes

Por Laurence Frost

PARIS (Reuters) - O membro sênior do conselho de administração da Renault Thierry Desmarest renunciou ao cargo, disseram fontes à Reuters.

A renúncia veio dias antes de uma reunião na qual o presidente-executivo da empresa, Carlos Ghosn, está pedindo aos diretores que apoiem a sua indicação para a sucessão no comando da empresa.

A saída de Desmarest acontece em meio a renovadas tensões entre a Renault e seu maior acionista, o governo francês, que vinha pressionando Ghosn para recrutar um segundo no comando que um dia poderia sucedê-lo à frente da aliança Renault-Nissan.

Ex-chefe da Total , Desmarest, de 72 anos, cujo mandato vai até 2020, disse à Renault na semana passada que estava deixando o cargo antecipadamente, segundo fontes com conhecimento do assunto.

Uma porta-voz da gigante francesa, onde Desmarest permanece como presidente honorário do conselho, não comentou o assunto. A empresa não respondeu aos pedidos da Reuters para falar com ele diretamente.

"Nós não comentamos rumores e especulações", disse uma porta-voz da Renault.

Desmarest atuou no conselho da Renault por quase uma década e presidiu seu comitê estratégico. Sua saída acontece depois que o diretor de desempenho Stefan Mueller deixou a empresa, o que abriu caminho para Ghosn indicar Thierry Bollore como diretor de operações e aparente sucessor.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos