ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 1.Ago.2018
Topo

Petrobras retorna à F1 ao firmar parceria técnica com equipe McLaren

20/02/2018 17h19

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Petrobras retornou às pistas da Fórmula 1 ao fechar uma parceria de longo prazo com a equipe McLaren que prevê fornecimento de combustível e óleos lubrificantes, além do compartilhamento de tecnologias entre as duas empresas, publicou a petroleira nesta terça-feira.

O contrato prevê o início da exposição da marca da empresa nos carros, uniformes e nas instalações da equipe já na temporada deste ano, e o fornecimento de gasolina e lubrificantes especialmente formulados para a escuderia para uso nas corridas em 2019.

A nova temporada da Fórmula 1 começa no dia 25 de março, na Austrália, e será marcada pela ausência de um piloto brasileiro depois de vários anos, após a saída de Felipe Massa, em 2017.

O desenvolvimento dos produtos para a McLaren ocorrerá, ao longo de 2018, no centro de pesquisas da Petrobras (Cenpes), na cidade do Rio de Janeiro.

A Petrobras evitou informar o valor e o prazo total do contrato, limitando-se a dizer que será uma parceria de "longo prazo". Em uma apresentação, publicada no site da empresa, a petroleira apontou que pelo menos até 2022 haverá fornecimento de produtos a escuderia.

No passado, a Petrobras participou na Fórmula 1 a partir de contratos com a equipe Williams, de 1998 a 2008 e de 2014 a 2016.

Em nota, o diretor de Desenvolvimento da Produção e Tecnologia da Petrobras, Hugo Repsold, destacou que a Fórmula 1 é considerada o melhor laboratório para testar novas fórmulas de combustíveis e lubrificantes, devido às condições extremas às quais estes motores são submetidos.

"Depois de testados nos seus limites, os novos combustíveis e lubrificantes serão utilizados nos automóveis convencionais e aplicados no dia a dia dos nossos consumidores", disse o diretor.

(Por Marta Nogueira)

Mais Economia