Bolsas

Câmbio

Conselho de administração aprova condições para aumento de capital da Oi

SÃO PAULO (Reuters) - O conselho de administração da Oi aprovou em reunião na segunda-feira as condições para o aumento de capital da empresa previsto no plano de recuperação judicial, informou a operadora de telefonia nesta terça-feira.

O capitalização será feita mediante a emissão de 1,04 bilhão a 1,76 bilhão de ações ordinárias, ao preço de 7 reais por ação, correspondendo ao valor mínimo de 7,28 bilhões de reais e máximo de 12,29 bilhões de reais, disse a empresa em fato relevante.

"Na Capitalização de Créditos também serão emitidos pela Oi até 135.081.089 bônus de subscrição, dentro do limite do capital autorizado, que serão atribuídos aos subscritores das ações objeto do aumento de capital e cada bônus de subscrição conferirá ao seu titular o direito de subscrever 1 ação ordinária de emissão da companhia", disse a empresa.

Mais cedo nesta terça-feira, a Pharol SGPS, maior acionista da Oi, disse que a Câmara de Arbitragem do Mercado determinou que a operadora de telefonia se abstenha de implementar os aumentos de capital previstos no plano de recuperação, sob pena de multa de 122,9 milhões de reais. De acordo a Pharol, a Oi foi notificada sobre a decisão.

(Por Raquel Stenzel)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos