PUBLICIDADE
IPCA
+0,25 Jan.2021
Topo

BHP Billiton começará a produzir sulfato de níquel no próximo ano e visa cobalto

18/04/2018 14h47

XANGAI (Reuters) - A BHP Billiton está expandindo seus negócios como um fornecedor de minerais para baterias em sua refinaria de níquel, no oeste da Austrália, planejando começar a produção de sulfato de níquel no próximo ano, além de buscar também a fabricação de cobalto, disse um executivo da companhia.

Cobalto e níquel são ambos itens essenciais para as baterias de íons de lítio e devem ter um grande aumento na demanda conforme as fabricantes globais de automóveis fazem a transição para produzir veículos elétricos.

A maior parte da oferta de cobalto do mundo vem da República Democrática do Congo (RDC), que tem sido afetada por questões de governança e direitos humanos. Depois da RDC, a Austrália tem a segunda maior reserva mineral do mundo.

"Parte da nossa transição para nos tornarmos um fornecedor global de materiais para baterias significa que nós começamos a procurar opções de cobalto também", disse o presidente da refinaria Nickel West da BHP Billiton, Eduard Haegel, nesta quarta-feira, em uma conferência sobre materiais de baterias em Xangai.

"Vemos o cobalto ainda com pouca oferta... Por essa razão, estamos procurando ampliar nosso apoio ao setor de baterias, aumentando nossa contribuição ao fornecimento de cobalto".

A BHP já tem prazo para começar a produzir sulfato de níquel em seu projeto Nickel West no próximo ano, disse Haegel, e está nos estágios iniciais de considerar um plano para dobrar essa produção.

(Por Tom Daly)