PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Índices acionários europeus têm estabilidade após resultados falharem em ditar tendência e com alta de rendimentos de títulos

Por Julien Ponthus e Danilo Masoni

24/04/2018 13h51

LONDRES (Reuters) - Os mercados acionários europeus fecharam praticamente estáveis nesta terça-feira (24) uma vez que uma série de resultados corporativos do primeiro trimestre falhou em definir uma tendência clara e as fabricantes de chips foram pressionadas pelo alerta da AMS de uma queda nos pedidos.

O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,03 por cento, a 1.503 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 0,02 por cento, a 383 pontos ao final de um dia agitado, pressionado marginalmente depois que o rendimento do Treasury de 10 anos dos Estados Unidos foi acima de 3 por cento pela primeira vez desde 2014.

O aumento nos rendimentos dos títulos, que os investidores temem que possa afetar as ações, foi parcialmente alimentado pelo aumento nos preços do petróleo bruto, que nesta terça-feira chegaram a ultrapassar 75 dólares por barril, elevando as ações de energia.

O índice de petróleo e gás teve o maior desempenho entre os setores, com alta de 1 por cento para o nível mais alto em cerca de três anos.

A fabricante de chips austríaca AMS, fornecedora da Apple, recuou 9 por cento depois de reportar menos encomendas de um de seus principais clientes, que não identificou, derrubando as ações de outras empresas do setor.

"É razoável supor que isso também terá um impacto negativo na orientação do segundo trimestre da STM", disseram analistas da Liberum, enquanto as ações da STMicro caíram 0,7 por cento e as da Dialog Semi perderam 6 por cento.

A alemã SAP avançou 3,5 por cento depois de dizer que estava ganhando participação de mercado sobre as concorrentes Salesforce e Oracle na nuvem, e que sua recuperação da margem estava no caminho certo.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,36 por cento, a 7.425 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,17 por cento, a 12.550 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,10 por cento, a 5.444 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,22 por cento, a 24.035 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,39 por cento, a 9.883 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,74 por cento, a 5.585 pontos.