Bolsas

Câmbio

Ibovespa fecha em leve alta em dia de intenso noticiário corporativo

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice de ações da B3 fechou com leve alta nesta sexta-feira, com o noticiário corporativo ocupando as atenções, em meio à ausência de uma tendência firme no exterior e sem novidades relevantes na cena política.

O Ibovespa encerrou com variação positiva de 0,07 por cento, a 86.444 pontos, após oscilar da máxima de 87.178 pontos à mínima de 86.262 pontos. O volume financeiro da sessão somou 9,974 bilhões de reais.

Na semana, o índice de referência do mercado acionário brasileiro acumulou elevação de 1,05 por cento.

No exterior, os principais índices acionários em Wall Street fecharam com pequenas variações, em sessão volátil, também marcada pela temporada de resultados, com números sobre o crescimento da economia norte-americana no radar.

DESTAQUES

- GPA PN subiu 3,95 por cento, em meio à repercussão favorável do balanço do primeiro trimestre, com alta de 7,8 por cento no lucro líquido no primeiro trimestre ante mesmo período de 2017 e crescimento de 7,5 por cento na receita líquida.

- ELETROBRAS PNB avançou 5,61 por cento, após o jornal Valor Econômico publicar que a elétrica estatal chegou a acordo com a Petrobras sobre uma dívida bilionária, o que pode viabilizar a privatização de sua subsidiária de distribuição de energia no Amazonas.

- KROTON ON subiu 3,65 por cento, com analistas avaliando positivamente dados sobre a base de alunos do grupo de ensino, que mostraram captação 322.776 novos alunos no primeiro trimestre, alta de 3,4 por cento ante o mesmo período de 2017. A rival ESTÁCIO caiu 5,11 por cento.

- SUZANO ON ganhou 1,13 por cento, tendo subido 6 por cento na máxima do dia, para o recorde intradia de 42,20 reais, após divulgar lucro líquido de 813 milhões de reais no primeiro trimestre, alta de 80,6 por cento sobre um ano antes. O Ebitda ajustado subiu para 1,528 bilhão de reais.

- HYPERA ON ganhou 0,51 por cento, tendo como pano de fundo divulgação de resultado trimestral, mas também o afastamento do seu principal acionista João Alves de Queiroz Filho da presidência do conselho e do presidente-executivo, Cláudio Bergamo.

- PETROBRAS PN valorizou-se 0,35 por cento, em sessão sem direção definida dos preços do petróleo no exterior, com o mercado repercutindo mudanças no conselho de administração e na distribuição de dividendos

- BRF ON cedeu 0,96 por cento, reduzindo ganhos do começo do dia, quando o mercado repercutiu resultado de assembleia da companhia, que aprovou nova composição do conselho de administração, com Pedro Parente na presidência.

- LOCALIZA ON recuou 4,78 por cento, mesmo após resultado considerado positivo por analistas, com operadores citando alguma realização de lucros após as ações acumularem alta de mais de 30 por cento no ano até a véspera.

- EMBRAER ON cedeu 2,59 por cento, após divulgar prejuízo líquido devido ao volume mais fraco de entregas e baixas contábeis com jatos usados, em meio às negociações para uma aliança com a norte-americana Boeing.

- VALE ON perdeu 0,72 por cento, em dia de queda dos preços do minério de ferro à vista na China.

(Edição de Raquel Stenzel)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos