PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Odebrecht faz progresso em negociações com bancos enquanto se aproxima prazo para pagar bônus

22/05/2018 13h24

SÃO PAULO (Reuters) - O conglomerado brasileiro de engenharia Odebrecht está avançando nas conversas com os principais bancos credores sobre um potencial empréstimo, dias antes do prazo final para pagar 500 milhões de reais a detentores de bônus de sua unidade de construção, disseram à Reuters três fontes com conhecimento do assunto.

Um acordo pode ser alcançado nesta terça-feira, acrescentaram as fontes, pedindo anonimato porque as negociações são privadas.

Os bancos Itaú Unibanco e Bradesco estão discutindo um empréstimo conjunto de 2,6 bilhões de reais, de acordo com as fontes.

O Banco do Brasil concordou com os parâmetros do empréstimo e como a garantia seria dividida entre os bancos, mas Bradesco e Itaú ainda precisam concordar com os termos, acrescentaram duas das fontes.

Banco do Brasil, Bradesco e Itaú se recusaram a comentar. A Odebrecht disse que ainda está em negociações com bancos.

Sexta-feira é o último dia do prazo de carência de 30 dias para o pagamento de um bônus de 500 milhões de reais da Odebrecht Engenharia e Construção, que venceu em 25 de abril.

Se o título não for pago, os credores poderão declarar calote e desencadear o pagamento antecipado de quase 3 bilhões de dólares em títulos denominados na moeda estrangeira da empresa.

Também na terça-feira, o jornal Valor Econômico informou que a Odebrecht, envolvida em um dos maiores escândalos de corrupção da América Latina, chegou a um acordo de leniência com a Controladoria-Geral da União (CGU), no valor de 2,7 bilhões de reais em danos.

(Por Carolina Mandl e Tatiana Bautzer)