PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

BC da Turquia eleva juros em 3 p.p. para sustentar a lira

23/05/2018 14h30

Por Daren Butler e Behiye Selin Taner

ISTAMBUL (Reuters) - O banco central da Turquia elevou as taxas de juros em 3 pontos percentuais nesta quarta-feira, tomando uma medida decisiva para sustentar a lira e reconquistar a confiança dos investidores abalada pelas intervenções do presidente Tayyip Erdogan.

O banco central, que realizaria sua próxima reunião de política monetária em 7 de junho, disse que se reuniu como uma medida emergencial e elevou sua principal taxa de juros para 16,5 por cento, ante 13,5 por cento.

Os investidores apostavam que a queda acentuada na lira, que caiu cerca de 20 por cento até o momento neste ano e atingiu uma série de mínimas recordes, forçaria o banco turco a fazer tal movimento.

A lira inverteu o rumo após a decisão e passou a subir cerca de 2 por cento, para 4,5717 por dólar. Mais cedo, a moeda havia atingido a mínima recorde de 4,9290 por dólar.

"É chegada a hora de restaurar a credibilidade da política monetária e recuperar a confiança dos investidores", disse o vice-premiê Mehmet Simsek no Twitter, pouco antes do anúncio do banco central.

Os investidores venderam a lira por preocupações com a política monetária depois que Erdogan, que se auto-descreveu como "inimigo da taxa de juros", disse na semana passada que espera assegurar maior controle sobre a política monetária depois das eleições de 24 de junho.

Isso aumentou as preocupações sobre a capacidade do banco central de lidar com a inflação de dois dígitos.

"Os atuais níveis elevados de inflação e das expectativas da inflação continuam a apresentar riscos ao comportamento dos preços. Assim, o Comitê decidiu implementar um aperto monetário forte para sustentar a estabilidade de preço", disse o banco central em comunicado.

A inflação anual chegou a 10,85 por cento em abril, tendo chegado a 12,98 por cento nos últimos meses.

(Por Daren Butler e Behiye Selin Taner)