PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Índices acionários da China ampliam perdas com retorno de preocupações sobre comércio

24/05/2018 07h54

Por Andrew Galbraith

XANGAI (Reuters) - Os mercados acionários da China recuaram nesta quinta-feira, após a maior queda em um mês na sessão anterior, com a cautela prevalecendo em meio a novas preocupações sobre as tensões comerciais entre a China e os Estados Unidos.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 0,69 por cento, enquanto o índice de Xangai teve queda de 0,44 por cento.

O presidente dos EUA, Donald Trump, sinalizou uma nova direção nas negociações comerciais com a China e disse que qualquer acordo precisaria de "uma estrutura diferente", alimentando a incerteza sobre as negociações atuais.

Somando-se às preocupações dos investidores, a administração Trump lançou uma investigação de segurança nacional sobre as importações de carros e caminhões que poderia levar a novas tarifas dos EUA semelhantes às impostas ao aço importado e ao alumínio em março.

No restante da região, as possíveis novas sanções e os comentários de Trump sobre as negociações comerciais também pressionaram.

O índice MSCI, que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão, tinha alta de 0,31 por cento às 7:52 (horário de Brasília).

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 1,11 por cento, a 22.437 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,31 por cento, a 30.760 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,44 por cento, a 3.154 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,69 por cento, a 3.827 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,24 por cento, a 2.466 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,47 por cento, a 10.936 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,93 por cento, a 3.528 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,08 por cento, a 6.037 pontos.