ipca
-0,21 Nov.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Setor público consolidado tem superávit primário de R$ 7,798 bi em outubro

30/11/2018 11h19

BRASÍLIA, 30 Nov (Reuters) - O setor público consolidado brasileiro (União, estados e municípios) teve superávit primário de R$ 7,798 bilhões em outubro, melhor que o esperado e ajudado pelas maiores receitas arrecadadas pela União, informou o Banco Central nesta sexta-feira (30).

Em pesquisa Reuters, a expectativa era de um saldo positivo menor, de R$ 1,95 bilhão para o mês.

Leia também:

No mês, o superávit do governo central (governo federal, BC e Previdência) foi de R$ 10,197 bilhões, mais que o dobro dos R$ 4,967 bilhões registrados no mesmo mês do ano passado.

Na véspera, o Tesouro já havia informado que o resultado melhor que o esperado teve forte contribuição da arrecadação com royalties de petróleo.

Ao mesmo tempo, as empresas estatais tiveram saldo positivo de R$ 690 milhões em outubro, enquanto os governos regionais tiveram déficit primário de R$ 3,089 bilhões.

No acumulado de janeiro a outubro, o setor público consolidado registrou déficit de R$ 51,523 bilhões, queda de 33,4% sobre igual etapa de 2017. Em 12 meses, o déficit foi a R$ 84,754 bilhões, equivalente a 1,24% do PIB (Produto Interno Bruto).

Para o ano, a meta é de um rombo primário de R$ 161,3 bilhões, quinto resultado consecutivo no vermelho. Mas o governo prevê há tempos que o resultado será melhor. Na véspera, o secretário do Tesouro, Mansueto Almeida, atualizou a estimativa a um déficit de R$ 119 bilhões para o setor público neste ano, folga de R$ 42,3 bilhões sobre o alvo fiscal.

Dívida

Em outubro, a dívida bruta caiu a 76,5% do PIB, contra 77,2% em setembro. Já a dívida líquida avançou a 1,2 ponto na mesma base de comparação, a 53,3% do PIB.

O que o PIB tem a ver com a sua vida?

UOL Notícias

Mais Economia