PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

FedEx recua na bolsa após corte acima do esperado em projeções para 2019

19/12/2018 17h19

BANGALORE, Índia (Reuters) - As ações da companhia de entrega encomendas FedEx despencavam mais de 8 por cento nesta quarta-feira, depois do corte acima do esperado nas expectativas de resultado da empresa em 2019.

A redução, divulgada na véspera, assustou investidores e ampliou temores sobre uma desaceleração econômica global que pode prejudicar os avanços da empresa no mercado doméstico.

A FedEx citou como justificativa uma série de fatores macroeconômicos, incluindo o Brexit, contração do PIB da Alemanha, protestos na França e redução no crescimento da demanda chinesa em meio à guerra comercial iniciada pelo governo do presidente norte-americano, Donald Trump.

"Questões geopolíticas estão exercendo muita pressão sobre as operações da companhia e estão mascarando o que seria mais uma forte temporada de entregas", disse Helane Becker, analista da Cowen.

As companhias de entrega de encomendas são a última ponta da temporada de compras de fim de ano iniciada em novembro e que acaba em janeiro, com a FedEx afirmando que estava no meio de uma temporada recorde para o período.

Mas a magnitude do corte de previsões da FedEx pegou analistas de Wall Street de surpresa, fazendo com que seis corretoras cortassem seus preços-alvo para as ações da companhia.

A FedEx, que é considerada como um termômetro do comércio global, cortou na terça-feira a previsão de lucro ajustado em 2019 para uma variação de 15,50 a 16,60 dólares por ação ante uma faixa de 17,20 a 17,80 estimada previamente.

(Por Aishwarya Venugopal)