PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Mirando a China, Pentágono apresenta novo relatório sobre terras raras

29/05/2019 16h05

WASHINGTON (Reuters) - O Departamento de Defesa dos Estados Unidos apresentou um relatório ao Congresso sobre terras raras para reduzir a dependência norte-americana da China, disse o Pentágono nesta quarta-feira, em meio à crescente preocupação de Washington sobre o papel de Pequim como fornecedora.

Embora o Pentágono não forneça detalhes do relatório, ele disse que está vinculado a um programa federal destinado a reforçar a capacidade de produção doméstica, oferecendo incentivos econômicos "sob medida".

A mídia chinesa especulou recentemente que Pequim poderia optar por usar sua posição dominante como fornecedora de terras raras como alavancagem na atual disputa comercial EUA-China.

A China foi responsável por 80% das importações de terras raras dos EUA entre 2014 e 2017.

"O departamento continua a trabalhar em estreita colaboração com o presidente, o Congresso e a base industrial para diminuir a dependência norte-americana da China de terras raras", disse à Reuters um porta-voz, o tenente-coronel Mike Andrews.

O programa DPA Title III foi projetado "para criar, manter, proteger, expandir ou restaurar as capacidades da base industrial doméstica", segundo um site do Departamento da Defesa.

O site observou que o programa dá ao presidente dos EUA "ampla autoridade para assegurar a disponibilidade oportuna de recursos industriais domésticos essenciais para apoiar os requisitos de defesa nacional e de segurança interna por meio do uso de incentivos econômicos altamente personalizados".

Não ficou claro se o Pentágono ofereceu novas sugestões de incentivos econômicos como parte do relatório ao Congresso.

(Por Phil Stewart e Andrea Shalal)