IPCA
0,1 Out.2019
Topo

Índices da China interrompem 5 dias de ganhos por dados fracos

15/10/2019 07h51

Os índices acionários da China recuaram hoje, interrompendo cinco dias de ganhos, uma vez que os dados de inflação ao produtor ampliaram as preocupações no país e que um acordo para encerrar a guerra comercial com os Estados Unidos continua longe.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 0,43%, enquanto o índice de Xangai teve queda de 0,56%.

Os preços ao produtor na China recuaram no ritmo mais rápido em mais de três anos em setembro, reforçando as justificativas para que o país adote mais estímulo conforme a indústria desacelera devido à demanda fraca e às pressões comerciais dos Estados Unidos.

Permanecem ainda as dúvidas sobre se a China e os Estados Unidos podem chegar a um acordo durável para encerrar a guerra comercial que já dura mais de um ano.

  • Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 1,87%, a 22.207 pontos.
  • Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 0,07%, a 26.503 pontos.
  • Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,56%, a 2.991 pontos.
  • O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,43%, a 3.936 pontos.
  • Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 0,04%, a 2.068 pontos.
  • Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,41%, a 11.111 pontos.
  • Em SINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,27%, a 3.116 pontos.
  • Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,14%, a 6.652 pontos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Economia