PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Montadoras dos EUA devem manter paralisação até abril, dizem fontes

25/03/2020 10h34

Por David Shepardson

WASHINGTON (Reuters) - As três grandes montadoras de Detroit planejam estender a atual paralisação da produção de veículos na América do Norte até abril, enquanto a pandemia de coronavírus continua, informaram pessoas familiarizadas com o assunto na terça-feira.

As montadoras disseram em 18 de março que paralisariam a produção até pelo menos 30 de março.

A Ford Motor disse em comunicado na terça-feira que "não planeja reiniciar nossas fábricas nos EUA, Canadá e México na segunda-feira, 30 de março, como originalmente se esperava".

Duas pessoas informadas sobre o assunto disseram que a Ford não planeja retomar a produção até pelo menos 6 de abril, mas alertou que a retomada pode ser adiada ainda mais.

A General Motors e a Fiat Chrysler também não pretendem retomar a produção em 30 de março, disseram três pessoas informadas sobre o assunto. Não estava claro quando as montadoras poderão retomar a produção ou se algumas plantas podem reiniciar antes de outras.

A GM se recusou a comentar na terça-feira, mas disse na semana passada, quando anunciou a paralisação, que duraria "até pelo menos 30 de março. O status da produção será reavaliado semana a semana depois disso".

O presidente do sindicato United Auto Workers (UAW), Rory Gamble, disse em uma carta aos membros na terça-feira que a Fiat Chrysler havia declarado ao sindicato que cumprirá a ordem da governadora de Michigan e "não tinha planos de reabrir em 30 de março".

A Fiat Chrysler se recusou a comentar a carta do UAW. O UAW também disse que dois membros do sindicato na Fiat Chrysler - um em Indiana e outro em Michigan - morreram após contrair o coronavírus.