PUBLICIDADE
IPCA
-0,31 Abr.2020
Topo

Magazine Luiza renegocia com fornecedores, reduz folha salarial para lidar com crise

07/04/2020 20h00

SÃO PAULO (Reuters) - O grupo varejista Magazine Luiza anunciou nesta terça-feira várias medidas para lidar com os desdobramentos da crise provocada pelo coronavírus, incluindo captação de recursos, renegociação de contratos e redução da folha salarial.

O conselho de administração da companhia aprovou a emissão de mais de 800 milhões de reais em debêntures.

No comunicado, a empresa afirma estar confortável em termos de liquidez, mas que tem o dever de preservar o caixa por não saber ainda a dimensão crise e para estar financeiramente preparada para "a retomada econômica e as oportunidades de negócios que surgirão".

O Magazine Luiza também informou ter iniciado uma ampla renegociação de contratos com fornecedores diretos e indiretos para reduzir custos e ampliar prazos de pagamentos.

A companhia afirmou ainda que manterá o compromisso de preservar empregos, mas que se valerá de dispositivo legal de uma Medida Provisória que permite a suspensão de contratos de trabalho por até 60 dias e a redução de jornadas de trabalho e dos salários em até 70% por até três meses. O restante dos salários, conforme prevê a MP, será complementada com recursos federais do seguro-desemprego.

Executivos de alto escalão, no entanto, terão corte efetivo de salários.

O Magazine Luiza anunciou no final de março o fechamento de todas as suas lojas físicas no país, em meio às limitações impostos por governos estaduais e municipais para circulação de pessoas para evitar a disseminação descontrolada do coronavírus.

(Por Aluisio Alves)

Economia