PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Investimento global em energia deve cair 20% por crise do coronavírus, diz IEA

27/05/2020 09h03

Por Bate Felix

PARIS (Reuters) - O investimento global em energia deve cair em torno de 20% em 2020, o que significaria uma retração de 400 bilhões de dólares, a maior já registrada, devido à pandemia de coronavírus, disse a Agência Internacional de Energia (IEA, na sigla em inglês) nesta quarta-feira.

A agência com sede em Paris afirmou que isso poderia ter sérias repercussões para a segurança energética e a transição para energia limpa conforme o mundo se recuperar do vírus.

Governos têm aliviado restrições impostas para conter a disseminação do vírus, após medidas de confinamento impostas sobre cerca de 3 bilhões de pessoas pelo mundo terem levado a economia global a praticamente parar.

No começo do ano, a expectativa era de que o investimento global em energia limpa crescesse 2% em 2020, a maior expansão em seis anos, disse a IEA. Um total de 1,8 trilhão de dólares foi investido no setor em 2019.

"A queda histórica no investimento global em energia é profundamente preocupante por diversas razões", disse o diretor executivo da IEA Fatih Birol.

"Isso significa perdas de empregos e oportunidades econômicas hoje, bem como de um suprimento de energia do qual podemos bem precisar amanhã, quando a economia se recuperar", afirmou ele, acrescentando que isso impacta também o movimento rumo a energias mais limpas.

A IEA também estimou que as receitas do governo e da indústria de energia deverão cair em mais de 1 trilhão de dólares em 2020 devido à queda na demanda por energia e aos baixos preços.

Empresas de energia ao redor do mundo têm cortado investimentos e arquivado projetos para proteger suas finanças devido à crise. A IEA disse que dívidas mais altas após a crise ainda continuarão como um risco para os investimentos.

Os investimentos em petróleo e gás devem cair em quase um terço.

(Por Bate Felix)