PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

S&P e Nasdaq fecham em alta; Trump fala sobre a China sem tomar ação sobre comércio

29/05/2020 18h12

Por Caroline Valetkevitch

(Reuters) - As ações dos Estados Unidos encerraram em grande parte em alta nesta sexta-feira depois de o presidente Donald Trump anunciar medidas contra a China em resposta à nova legislação de segurança que foram menos ameaçadoras para a economia dos EUA do que os investidores temiam.

O Dow encerrou a sessão ligeiramente em queda, mas todos os três índices registraram ganhos no mês e na semana.

O S&P 500 inicialmente estendeu as perdas depois de Trump dizer que estava determinando a seu governo iniciar o processo de eliminação do tratamento especial para Hong Kong, em resposta aos planos da China de impor uma nova legislação de segurança no território semiautônomo.

Mas Trump não mencionou nenhuma ação que pudesse comprometer a Fase 1 do acordo comercial que Washington e Pequim firmaram no início deste ano, uma preocupação que tinha lançado uma nebulosidade sobre o mercado ao longo da semana.

"Ele começou a falar em um tom muito duro", disse Chris Zaccarelli, diretor de investimentos da Independent Advisor Alliance em Charlotte, Carolina do Norte. "O mercado estava preocupado que ele iria anunciar algo substancial, algo prejudicial para a economia dos EUA. Então, enquanto ele falava, ficou claro que as ações que estavam sendo tomadas não seriam tão dramáticas quanto se temia inicialmente."

As ações de tecnologia do S&P 500 deram ao índice seu maior impulso, enquanto as financeiras representaram as maiores resistências.

O último confronto entre os EUA e a China tem alimentado a preocupação de que o agravamento das tensões entre as duas maiores economias do mundo possa prejudicar os recentes ganhos acentuados no mercado acionário.

As expectativas de uma rápida recuperação econômica em relação à pandemia do coronavírus elevaram o S&P 500 em mais de 30% ante às mínimas de março.

O Dow Jones recuou 0,07%, para 25.383,11 pontos, o S&P 500 valorizou 0,48%, para 3.044,31 pontos, e o Nasdaq cresceu 1,29%, para 9.489,87 pontos.

No mês, o Dow valorizou 3,9%, o S&P 500 cresceu 4,5% e o Nasdaq teve alta de 6,8%. Na semana, o Dow e o S&P 500 subiram mais de 3%, e o Nasdaq avançou 1,8%.

O chair do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA), Jerome Powell, falando em uma transmissão organizado pela Universidade de Princeton nesta sexta-feira, reiterou a promessa do banco central dos EUA de usar suas ferramentas para fortalecer a economia em meio à pandemia do coronavírus.

As ações do Twitter e do Facebook recuaram, respectivamente, 2% e 0,2%, um dia depois que Trump assinou uma ordem ameaçando as empresas de mídia social com novos regulamentos sobre liberdade de expressão.

(Reportagem adicional de Sinead Carew)