PUBLICIDADE
IPCA
-0,38 Mai.2020
Topo

JBS deve afastar todos funcionários de fábrica em RS por 14 dias, diz juíza do Trabalho

A JBS tem que manter a remuneração de todos os trabalhadores da unidade, sob pena de multa diária de R$ 25 mil - Antonio Machado/Futura Press/Estadão Conteúdo
A JBS tem que manter a remuneração de todos os trabalhadores da unidade, sob pena de multa diária de R$ 25 mil Imagem: Antonio Machado/Futura Press/Estadão Conteúdo

Ana Mano*

Da Reuters, em São Paulo

12/06/2020 18h11

Uma juíza do Trabalho no Rio Grande do Sul determinou que a JBS afaste todos os funcionários diretos e terceirizados de fábrica no Estado por 14 dias para testes de covid-19, segundo documento obtido pela Reuters.

A fábrica fica em Trindade do Sul (RS) e, segundo a decisão da juíza do Trabalho substituta Gilmara Pavão Segalam, dos 1.327 funcionários, "343 estão afastados (sintomáticos e contactantes, sintomáticos ou não); 162 foram testados pelo SUS, dos quais 21,6% testaram positivo, totalizando 35 casos confirmados para covid-19, sendo 3 contactantes assintomáticos".

Pela decisão, o afastamento é válido a partir de 13 de junho e a JBS tem que manter a remuneração de todos os trabalhadores da unidade, sob pena de multa diária de R$ 25 mil.

A JBS afirmou que não comenta processos judiciais em andamento e que desde o início da pandemia "tem adotado um rígido protocolo de prevenção contra a covid-19 na sua unidade de Trindade do Sul (RS) e em todas as suas plantas no Brasil, conforme as orientações dos órgãos de saúde e protocolo do Ministério da Saúde, Economia e Agricultura".

*Texto de Alberto Alerigi Jr.

Economia