PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Greve em petroleiras da Noruega termina após acordo entre sindicato e companhias

09/10/2020 14h28

OSLO (Reuters) - Petroleiras da Noruega chegaram a um acordo salarial com representantes de um sindicato de trabalhadores do setor, colocando ponto final em um greve que ameaçava reduzir a produção de óleo e gás do país em cerca de 25% na semana que vem, disseram à Reuters negociadores de ambas as partes nesta sexta-feira.

Seis campos "offshore" tiveram bombeamento interrompido na segunda-feira, e um sétimo também seria afetado nos próximos dias, em um corte de produção que atingiria 966 mil barris de óleo equivalente por dia (boed) até 14 de outubro, segundo dados da indústria.

"Temos um acordo, não haverá (mais) greve", disse o negociador Jan Hodneland, da Associação Norueguesa de Petróleo e Gás (NOG), após o término das negociações.

O sindicato Lederne confirmou a notícia.

"A greve acabou", disse o chefe sindical Audun Ingvartsen.

Empresas petrolíferas e dirigentes sindicais haviam se reunido nesta sexta-feira com um mediador nomeado pelo Estado para tentar encerrar a greve de 10 dias no maior país produtor de petróleo e gás da Europa Ocidental.

(Reportagem de Nerijus Adomaitis)