PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Comitê do governo aprova acionar usinas térmicas para preservar hidrelétricas

16/10/2020 17h17

SÃO PAULO (Reuters) - O Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE), formado por autoridades do governo e órgãos técnicos da área de energia, decidiu aprovar o acionamento de termelétricas além do previsto por seus modelos computacionais para permitir que hidrelétricas poupem mais água nos reservatórios.

A decisão, em reunião extraordinária do CMSE nesta sexta-feira, ocorre diante de projeções de disparada no consumo de energia neste mês, em meio à gradual reabertura da economia após quarentenas devido ao coronavírus, e expectativas de chuvas irregulares na região das usinas hídricas, principal fonte de energia do Brasil.

Com isso, o CMSE autorizou o uso de geração térmica adicional - ou "fora da ordem de mérito", no jargão do setor- e importações junto à Argentina e/ou Uruguai a partir de sábado.

Essas medidas visam reduzir o uso das hidrelétricas do Sul, para que elas possam chegar ao final de outubro com mais de 30% de capacidade de armazenamento.

O uso das térmicas e importações também buscará compensar os efeitos de uma operação diferenciada autorizada pelo governo para as hidrelétricas de Furnas e Mascarenhas de Moraes, segundo o CMSE.

"A aplicação dessas medidas, que se iniciará a partir da próxima semana operativa (17 de outubro), será reavaliada semanalmente, em reuniões técnicas, visando verificar a necessidade da continuidade de sua adoção, bem como avaliar a adoção de ações adicionais", acrescentou o colegiado, em comunicado.