PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Wall St cai com perdas em ações de serviços de comunicação

19/10/2020 13h33

Por Medha Singh e Shivani Kumaresan

(Reuters) - O índice S&P 500 caía em negociações voláteis nesta segunda-feira, com perdas em ações de empresas de serviços de comunicação se sobrepondo ao otimismo sobre um acordo de estímulo para o enfrentamento do coronavírus antes da eleição presidencial de 3 de novembro.

As ações dos EUA haviam começado o pregão em alta, depois que a presidente da Câmara, Nancy Pelosi, disse estar otimista que uma legislação poderia ser aprovada antes da eleição, embora tenha reconhecido que um acordo teria de ser alcançado até terça-feira para que isso acontecesse.

Na semana passada, a Casa Branca propôs um pacote de estímulo de 1,8 trilhão de dólares para ajudar os norte-americanos que lutam contra a devastação econômica da pandemia do coronavírus, mas Pelosi disse que a oferta era insuficiente em uma série de áreas e manteve sua demanda por 2,2 trilhões de dólares em ajuda.

"É apenas a volatilidade geral aqui. Eu não ficaria surpreso em ver isso (o mercado) oscilando o dia todo", disse Tony Bedikian, chefe de mercados globais do Citizens Bank.

"As manchetes em torno das negociações de estímulo serão o principal impulsionador dos mercados nesta semana."

O índice VIX --considerado uma medida do medo de Wall Street, subia pela sexta sessão consecutiva, enquanto as campanhas eleitorais ganhavam força, com votação antecipada começando na Flórida, um concorrido Estado que podere decidir a eleição presidencial.

O presidente Donald Trump e seu adversário democrata Joe Biden debaterão pela última vez na quinta-feira.

O índice de serviços de comunicação caía cerca de 1%, com todos os principais setores da S&P negociados em queda.

Às 13:25 (horário de Brasília), o índice Dow Jones caía 0,32%, a 28.515 pontos, enquanto o S&P 500 perdia 0,328089%, a 3.472 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq recuava 0,44%, a 11.621 pontos.