PUBLICIDADE
IPCA
+0,25 Jan.2021
Topo

Exxon tem 1º prejuízo anual como empresa listada sob impactos da Covid-19

02/02/2021 12h00

Por Jennifer Hiller

(Reuters) - A maior produtora de petróleo dos EUA, Exxon Mobil, divulgou nesta terça-feira seu primeiro prejuízo anual como uma empresa listada, com a pandemia de Covid-19 pressionando os preços da energia e reduzindo o valor de seus ativos de xisto em mais de 20 bilhões de dólares no quarto trimestre.

A Exxon cortou até 15% de sua força de trabalho e reduziu em um terço investimentos em novos projetos de petróleo e gás após ter admitido que os preços da commodity poderiam permanecer abaixo de 60 dólares o barril por anos. Ela acrescentou 21 bilhões de dólares à sua dívida no ano passado para cobrir seus investimentos e gastos com a reestruturação.

A empresa registrou um prejuízo líquido anual de 22,44 bilhões de dólares em 2020, em comparação com um lucro anual de 14,34 bilhões de dólares em 2019.

A Exxon está sob fogo de investidores ativistas que pressionam por mudanças no conselho e uma estratégia melhor para uma transição para combustíveis mais limpos. Nesta terça-feira, a companhia nomeou o ex-presidente da Petronas, Tan Sri Wan Zulkiflee Wan Ariffin, para seu conselho, e disse que estava discutindo com outros candidatos.

Outras grandes empresas de petróleo também estão sob pressão, devido a restrições de viagens relacionadas à pandemia.

A rival BP teve seu primeiro prejuízo anual em uma década, conforme anúncio nesta terça-feira, enquanto a Chevron disse na sexta-feira ter registrado o primeiro prejuízo anual desde 2016.

A Royal Dutch Shell apresenta resultados financeiros na quinta-feira e Total na próxima semana.

A produção de petróleo e gás da Exxon somou 3,7 milhões de barris de petróleo e gás por dia no quarto trimestre, queda de 8% na comparação anual.

O negócio de exploração e produção, o maior da Exxon, perdeu 18,5 bilhões de dólares no quarto trimestre devido a baixas contábeis em ativos de gás natural, o que se compara com um lucro de 6,1 bilhões de dólares no mesmo período do ano anterior.

(Por Jennifer Hiller e Houston e Shariq Khan em Bangalore)

((Tradução Redação São Paulo 55 11 56447751))REUTERS RS LC