PUBLICIDADE
IPCA
1,16 Set.2021
Topo

Furacão Ida vai impactar produção da Shell nos EUA

20/09/2021 12h26

Por Arathy S Nair

(Reuters) - Danos causados pelo furacão Ida em um centro marítimo de transferência de petróleo dos EUA reduzirão drasticamente a produção da Shell até o início do próximo ano, informou a empresa nesta segunda-feira, reduzindo as entregas de um tipo de produto apreciado pelas refinarias.

A Shell emergiu como o produtor de petróleo mais atingido pelo furacão Ida, que atingiu o Golfo do México nos Estados Unidos no mês passado e removeu 27 milhões de barris do mercado. Cerca de 40% da produção da Shell na região marítima permanece paralisada.

A instalação de transferência danificada, West Delta-143, transporta petróleo e gás de três campos principais para processamento em terminais em terra. A Shell suspendeu anteriormente "numerosos" contratos de fornecimento de petróleo dos campos, alegando perdas com o furacão.

Os campos são uma fonte importante do petróleo Mars, um tipo valorizado por refinadores de petróleo nos Estados Unidos e na Ásia.

Os preços de Mars dispararam para uma máxima em um ano no início deste mês, depois diminuíram com o fim de restrições de outras ofertas de petróleo.

"Isso é muito grande", disse Artem Abramov, analista da Rystad Energy. Ele estimou que a perda de produção removerá de 200.000 a 250.000 barris por dia (bpd) da oferta de petróleo do Golfo do México por vários meses. O Golfo contribui com cerca de 16% da produção de petróleo dos EUA, ou 1,8 milhão de bpd.

Um porta-voz da Shell afirmou que não daria mais detalhes.

A Shell é a maior produtora de petróleo dos Estados Unidos no Golfo do México, com oito instalações que bombeiam cerca de 333.000 bpd, de acordo com a Rystad.

PUBLICIDADE