PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Wall St cai mais de 1% com aumento de tensão em torno da Ucrânia

17/02/2022 11h40

(Reuters) - As ações dos Estados Unidos caíam mais de 1% nesta quinta-feira, com a escalada das tensões entre o Ocidente e a Rússia em torno da Ucrânia elevando o nervosismo de investidores, num dia em que o ânimo era abalado também pela decepção com alguns balanços corporativos.

Às 12:49 (de Brasília), o índice S&P 500 perdia 1,39%, a 4.412,69 pontos, enquanto o Dow Jones caía 1,34%, a 34.466,67 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite recuava 1,67%, a 13.888,04 pontos.

Todos os principais setores do S&P recuavam nas negociações desta manhã, com as ações financeiras e de tecnologia liderando as baixas e em queda de quase 2%.

A Rússia expulsou o vice-embaixador dos EUA Bartle Gorman, e os EUA alertaram para a possibilidade de uma resposta, em meio a temores crescentes de uma invasão russa sobre a Ucrânia.

Enquanto isso, o presidente norte-americano, Joe Biden, disse que a ameaça de uma invasão é "muito alta". Rebeldes apoiados pela Rússia e forças ucranianas trocaram tiros em uma linha de frente que os divide, no que autoridades ocidentais descreveram como um possível pretexto criado por Moscou para um ataque.

"Cada manchete que sai sobre Rússia-Ucrânia parece contar uma história diferente. No momento, a narrativa parece estar mais alinhada com o fato de que isso está pior, não melhor", disse Art Hogan, estrategista-chefe de mercado da National Securities.

"Os mercados agora são claramente a combinação de tensões na Ucrânia e na Rússia e dados inflacionários e o que isso significa em termos de política monetária."

Do noticiário corporativo, a fabricante de chips Nvidia caiu 6,7%, após divulgar margens brutas estáveis ​​e relatar preocupação com sua exposição ao mercado de criptomoedas, o que ofuscava a previsão otimista de receita para o trimestre atual.

TripAdvisor Inc cedia 4,4%. A operadora do site de busca de hotéis divulgou um surpreendente prejuízo no quarto trimestre, enquanto Albemarle Corp despencava 16,7%, após previsão fraca para seu lucro anual.

(Por Susan Mathew e Devik Jain)