PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Fed quer trazer inflação elevada de volta ao controle, diz Mester

14/04/2022 16h37

(Reuters) - O objetivo do Federal Reserve é aumentar as taxas de juros com rapidez suficiente para reduzir a inflação sem levar a economia norte-americana à recessão ou prejudicar o forte mercado de trabalho, sinalizou nesta quinta-feira a presidente do Federal Reserve Bank de Cleveland, Loretta Mester.

"Atualmente, os mercados de trabalho nos EUA estão muito apertados e a inflação está muito elevada", disse Mester em comentários preparados para serem feitos na Universidade de Akron, em Ohio.

"Nossa intenção é reduzir a acomodação (monetária) no ritmo necessário para equilibrar melhor a demanda com a oferta restrita, a fim de manter a inflação sob controle, mantendo a expansão da atividade econômica e mercados de trabalho saudáveis."

No mês passado, o Fed entregou o primeiro do que se espera que seja uma série de aumentos nas taxas de juros neste ano e no próximo para reduzir a inflação mais alta em 40 anos.

A taxa de desemprego nos EUA está em 3,6%, apenas um pouco acima do nível pré-pandemia, e os postos de trabalho estão em níveis quase recordes. Os formuladores de política monetária do Fed dizem que esses números sugerem que os mercados de trabalho podem permanecer fortes mesmo com o aumento dos custos dos empréstimos.

Mester já havia dito anteriormente apoiar altas de 0,50 ponto percentual nos juros (magnitude acima da usual) para elevar os custos de empréstimos rapidamente, para cerca de 2,5% até o fim do ano. Ela também endossa o início precoce da redução do balanço do Fed para pressionar ainda mais a inflação.

Ela não forneceu novos detalhes sobre sua visão de quão rapidamente o Fed deve aumentar as taxas de juros ou sobre as perspectivas para a economia no discurso desta quinta-feira, que foi amplamente focado no desenvolvimento da força de trabalho, incluindo como construir programas melhores e avaliá-los adequadamente.

(Por Ann Saphir)