PUBLICIDADE
IPCA
-0,68 Jul.2022
Topo

Rehn, do BCE, diz que Itália pode enfrentar período difícil pela frente

15/07/2022 08h56

HELSINQUE(Reuters) - A Itália pode ser particularmente afetada com força pela crise energética europeia na esteira da turbulência política no país, disse o membro finlandês do Banco Central Europeu (BCE) durante uma discussão em um painel na sexta-feira.

"O ex-presidente do Banco Central Europeu, Mario Draghi, trouxe uma estabilidade muito necessária, perseverança e firmeza para as tomadas de decisões na Itália", disse Rehn um dia depois que o presidente italiano rejeitou a renúncia do primeiro-ministro Draghi.

"Pode ser que nós vejamos um período muito difícil na Itália", acrescentou Rehn.

Ele também disse que está "claro" que o mandato do BCE é de estabilidade de preços "e nós agimos de acordo e enfatizamos que cada Estado da zona do euro tenha sua própria responsabilidade pela sua economia e política econômica."

Rehn acredita que o BCE deve elevar os juros em 0,25 ponto percentual na próxima semana e em 0,50 ponto em setembro.

(Reportagem por Essi Lehto)