PUBLICIDADE
IPCA
-0,68 Jul.2022
Topo

Volvo sinaliza possível queda em suas vendas no varejo em 2022

20/07/2022 10h58

Por Helena Soderpalm

ESTOCOLMO (Reuters) - A Volvo Cars indicou que suas vendas no varejo podem cair neste ano, ainda que a montadora sueca tenha divulgado alta no lucro do segundo trimestre em relação ao mesmo período de 2021.

Problemas na cadeia de fornecimento, sobretudo a escassez global de semicondutores, reduziram a produção e as vendas da empresa nos últimos trimestres. A Volvo, porém, disse estar vendo uma "melhora acentuada" na estabilização de sua cadeia de suprimento.

"No entanto, devido ao intervalo de tempo entre a produção e as entregas no varejo, essas melhorias não devem resultar em um aumento nas vendas no varejo durante o ano calendário", disse a empresa.

A montadora espera que as vendas no varejo para o ano inteiro sejam menores ou no mesmo nível de 2021, enquanto os volumes no atacado aumentarão, segundo comunicado.

O presidente-executivo da Volvo, Jim Rowan, disse que a companhia "ficará de olho" no sentimento do consumidor, principalmente devido à inflação mais alta. "Mas agora a demanda é muito forte", afirmou ele.

O lucro operacional trimestral da Volvo subiu para 10,8 bilhões de coroas suecas (1,06 bilhão de dólares), de 4,8 bilhões um ano antes, à medida que efeitos contábeis da listagem da montadora Polestar impulsionaram os resultados.

O lucro operacional do negócio principal da Volvo Cars, de propriedade majoritária da chinesa Geely, atingiu 4,6 bilhões no trimestre.

"A Volvo relatou um conjunto sólido de resultados no segundo trimestre à luz de vários obstáculos, incluindo restrições de semicondutores e impacto dos lockdowns chineses na demanda", disse o JPMorgan em relatório.

(Por Helena Soderpalm)