PUBLICIDADE
IPCA
-0,68 Jul.2022
Topo

Ações de China e Hong Kong caem com temores sobre Covid e setor imobiliário

21/07/2022 07h52

XANGAI (Reuters) - As ações da China e de Hong Kong caíram nesta quinta-feira, com preocupações sobre novos surtos de Covid-19 e um boicote ao pagamento de hipotecas ofuscando ganhos no setor de tecnologia após a conclusão de uma investigação de segurança cibernética na Didi Global, que acabou com uma grande multa.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, fechou com queda de 1,1%, enquanto o índice de Xangai teve baixa de 1%. O índice de Hong Kong Hang Seng, por sua vez, perdeu 1,5%.

Investidores estavam preocupados com o impacto econômico de novos surtos de Covid-19 na China. O país registrou 943 novos casos de coronavírus em 20 de julho, incluindo 200 infecções sintomáticas, em comparação com 1.012 novos casos no dia anterior.

Enquanto isso, as autoridades chinesas continuavam a lidar com um boicote de hipotecas, com um número crescente de compradores de imóveis se recusando a pagar empréstimos referentes a projetos imobiliários paralisados.

Mas o índice Hang Seng Tech, de Hong Kong, ganhou até 1,3% depois que o órgão regulador de segurança cibernética da China anunciou uma multa de 1,2 bilhão de dólares contra a Didi após uma longa investigação, eliminando a incerteza.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,44%, a 27.803 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 1,51%, a 20.574 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,99%, a 3.272 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 1,11%, a 4.236 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 0,93%, a 2.409 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 1,39%, a 14.937 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,57%, a 3.152 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,52%, a 6.794 pontos.

(Reportagem da redação de Xangai)