IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

Atividade empresarial nos EUA sobe para máxima de 11 meses em abril

21/04/2023 13h20

WASHINGTON (Reuters) - A atividade empresarial nos Estados Unidos acelerou para o nível mais alto em 11 meses em abril, de acordo com uma pesquisa nesta sexta-feira, que ficou em desacordo com os sinais crescentes de que a economia está em perigo de entrar em recessão à medida que as taxas de juros mais altas esfriam a demanda.

A S&P Global disse que seu Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) Composto preliminar dos EUA, que acompanha os setores de manufatura e serviços, aumentou para 53,5 este mês. Esse foi o nível mais alto desde maio passado e seguiu uma leitura final de 52,3 em março.

É o terceiro mês consecutivo que o PMI fica acima de 50, indicando crescimento do setor privado. Os dados da pesquisa foram coletados de 12 a 20 de abril.

Mas outros dados estão cada vez mais pintando um quadro mais sombrio. O mercado de trabalho está esfriando, as vendas no varejo estão caindo e a produção manufatureira está caindo, levando a maioria dos economistas a prever uma recessão já no segundo semestre deste ano.

Os bancos restringiram os empréstimos, o que pode tornar o crédito menos acessível para famílias e pequenas empresas. As pesquisas do Instituto dos Gerentes de Compras, que têm uma história mais longa, sugeriram perda de impulso no vasto setor de serviços em março e deterioração significativa nas condições de manufatureiro.

A medida da pesquisa de novos pedidos recebidos por empresas privadas subiu para 53,2 este mês, também a leitura mais alta desde maio passado, ante 50,8 em março. O aumento, que ocorreu nos setores de serviços e manufatura, significou que as pressões inflacionárias aumentaram neste mês. A medida da pesquisa de preços pagos pelas empresas por insumos subiu para 61,2 de 59,8 em março.

"Esse aumento ajuda a explicar por que o núcleo da inflação se mostrou teimosamente elevado em 5,6% e aponta para uma possível recuperação, ou pelo menos alguma rigidez, na inflação de preços ao consumidor", disse Chris Williamson, economista-chefe de negócios da S&P Global Market Intelligence.

As empresas também aumentaram o número de funcionários, com empresas relatando que as vagas estavam sendo preenchidas com mais facilidade.

O PMI preliminar do setor de serviços da pesquisa subiu para 53,7, a leitura mais alta em um ano, de 52,6 em março. Economistas consultados pela Reuters previam que o PMI de serviços cairia para 51,5.

O PMI industrial da pesquisa aumentou para 50,4, nível mais alto em seis meses, de 49,2 em março. Os economistas previam o índice em 49. As novas encomendas aumentaram, encerrando seis meses consecutivos de contração.

(Reportagem de Lucia Mutikani)