IPCA
0,26 Set.2023
Topo

Índice europeu ronda estabilidade com alta de ações defensivas minimizando dúvidas sobre EUA

30/05/2023 08h13

Por Sruthi Shankar

(Reuters) - As bolsas de valores da Europa rondavam a estabilidade nesta terça-feira, com setores defensivos na liderança, já que a incerteza persiste sobre se o Congresso norte-americano aprovará um acordo sobre o teto da dívida dos Estados Unidos para que o país evite um calote.

O índice pan-europeu STOXX 600 subia 0,05%, a 461,09 pontos, embora se esperasse que as negociações ganhassem impulso com a abertura dos mercados dos EUA e do Reino Unido após um fim de semana prolongado.

Setores que tendem a ser favorecidos em tempos de incerteza econômica, como o imobiliário e de serviços públicos, lideravam os ganhos setoriais no pregão europeu desta manhã.

Parlamentares republicanos de extrema direita disseram na segunda-feira que se opõem a um acordo para aumentar o teto da dívida de 31,4 trilhões de dólares dos EUA, em um sinal de que o acordo bipartidário pode enfrentar um caminho difícil no Congresso antes que o país fique sem dinheiro na próxima semana.

"Os detalhes do acordo que surgiram até agora apontam para limites de gastos na maioria dos itens, exceto militares e veteranos, o que significa que a economia dos EUA enfrentará maiores restrições à política fiscal enquanto o Fed segue uma política monetária rígida", disse Mark Haefele, diretor de investimentos no UBS Global Wealth Management.

"Reiteramos nossa visão de que o crescimento dos EUA deve desacelerar à medida que o efeito defasado do aperto do Fed se espalha pela economia."

O índice de referência STOXX 600 deve registrar perdas em maio, apesar de ter atingido uma máxima em mais de um ano no início do mês, já que as preocupações com a economia global e a crise do teto da dívida dos EUA ofuscaram uma positiva temporada de balanços trimestrais de empresas.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuava 0,48%, a 7.590,43 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subia 0,60%, a 16.048,72 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdia 0,35%, a 7.277,92 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib tinha valorização de 0,47%, a 26.742,71 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrava alta de 0,40%, a 9.216,40 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizava-se 0,59%, a 5.836,32 pontos.