Produção manufatureira dos EUA tem leve alta em agosto

WASHINGTON (Reuters) - A produção nas fábricas dos Estados Unidos registrou ligeira alta em agosto em meio a uma queda na produção de veículos automotores, e a atividade pode recuar nos próximos meses depois que o sindicato United Auto Workers (UAW) iniciou greves em três fábricas nesta sexta-feira.

A produção manufatureira aumentou 0,1% no mês passado, informou o Federal Reserve na sexta-feira. Os dados de julho foram revisados ligeiramente para baixo, mostrando que a produção nas fábricas se aumentou 0,4%, em vez de 0,5% conforme informado anteriormente.

Economistas consultados pela Reuters previam alta de 0,1% da produção manufatureira.

A produção de veículos automotores e peças diminuiu 5,0% no mês passado, depois de ter crescido 5,1% em julho, quando o resultado se beneficiou das dificuldades de ajustar os dados para as flutuações sazonais relacionadas às paradas anuais das fábricas para reequipamento.

O sindicato UAW iniciou nesta sexta-feira greves simultâneas em três fábricas de propriedade da General Motors, da Ford e da Stellantis, controladora da Chrysler, o que pode prejudicar a atividade.

A manufatura, que responde por 11,1% da economia, já estava prejudicada pela desaceleração da demanda devido às taxas de juros mais altas. Desde março de 2022, o Federal Reserve aumentou sua taxa de juros de referência em 525 pontos-base, para a faixa atual de 5,25% a 5,50%.

No entanto, há sinais preliminares de que a manufatura pode estar se estabilizando.

Excluindo veículos automotores, a produção das fábricas aumentou 0,6% no mês passado, depois de ter ficado inalterada em julho. Houve aumentos na produção de metais primários, maquinário, equipamentos aeroespaciais e de transporte diversos, bem como de móveis e produtos relacionados.

A produção de mineração aumentou 1,4% depois de cair 0,2% em julho. A produção de serviços públicos subiu 0,9%, de uma alta de 4,4% em julho, já que a onda de calor em muitas partes do país aumentou a demanda por ar condicionado.

Continua após a publicidade

A produção industrial geral cresceu 0,4% em agosto, depois de ter avançado 0,7% em julho.

(Reportagem de Lucia Mutikani)

Deixe seu comentário

Só para assinantes