Citigroup "não tem espaço para espectadores" em processo de reestruturação, diz CEO

Por Tatiana Bautzer

NOVA YORK (Reuters) - A presidente-executiva do Citigroup, Jane Fraser, disse nesta sexta-feira que os melhores funcionários estão de acordo com a reestruturação em andamento no banco, a maior em quase duas décadas, e que "não há espaço para espectadores" nesse processo.

"O caso para a mudança é bastante claro -- nosso pessoal quer ter sucesso e nossos funcionários de melhor desempenho apoiaram isso muito rapidamente", disse Fraser à CNBC.

"Não temos espaço para espectadores, não temos espaço para pessoas que querem ficar de fora."

O banco atualizará os investidores no quarto trimestre sobre as economias estimadas com a reestruturação, disse ela.

O Citi iniciou discussões sobre demissões em massa logo após anunciar a reestruturação, disseram fontes próximas à situação este mês à Reuters. Equipes de suporte em segmentos como compliance e gerenciamento de risco estavam entre os mais propensos a perderem seus empregos, afirmaram as fontes.

Com relação à economia, a expectativa de Fraser é que o Federal Reserve aumente as taxas de juros em novembro, mas ela espera que não haja necessidade de outro aumento.

A economia dos Estados Unidos parece estar caminhando para uma aterrissagem suave, na qual evitará uma contração no crescimento, acrescentou a CEO.

"A recessão, se houver, será bem administrável", afirmou Fraser. Embora os gastos dos consumidores continuem resistentes, o ritmo está diminuindo entre as pessoas de baixa renda, disse ela.

Deixe seu comentário

Só para assinantes