Atividade industrial da China tem contração em outubro, mostra PMI Caixin 

PEQUIM (Reuters) - A atividade industrial da China contraiu inesperadamente em outubro, mostrou uma pesquisa privada nesta quarta-feira, levantando questões sobre o estado da frágil recuperação econômica do país no início do quarto trimestre.

Somando-se ao pessimista Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) industrial oficial divulgado na terça-feira, a pesquisa sugeriu que o setor manufatureiro ainda não está em uma base sólida, apesar do crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) da China no terceiro trimestre ter sido melhor que o esperado.

O PMI industrial da Caixin/S&P Global caiu para 49,5 em outubro, de 50,6 em setembro, marcando a primeira contração desde julho e ficando bem aquém das previsões de analistas de 50,8.

A marca dos 50 pontos do índice separa o crescimento da contração.

Os dados sinalizaram uma nova deterioração nas condições de produção, uma vez que as fábricas reportaram uma nova queda na produção num contexto de crescimento mais lento nas vendas globais, atenuadas pela fraca demanda externa, de acordo com a pesquisa da Caixin.

As novas encomendas de exportação de produtos manufaturados chineses diminuíram durante quatro meses consecutivos num clima econômico global relativamente lento.

“No geral, os fabricantes não estavam muito animados em outubro”, disse Wang Zhe, economista do Caixin Insight Group.

"A economia mostrou sinais de atingir o fundo do poço, mas a base da recuperação não é sólida. A demanda é fraca, permanecem muitas incertezas internas e externas e as expectativas ainda são relativamente fracas."

(Por Ellen Zhang e Ryan Woo)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes