Wall St estende ganhos com autoridades do Fed e leilões do Tesouro dos EUA em foco

Por Chuck Mikolajczak

(Reuters) - Os índices de ações dos Estados Unidos fecharam em leve alta nesta segunda-feira, enquanto investidores aguardam declarações de uma série de autoridades do Federal Reserve nesta semana sobre a política monetária do banco central, com uma grande quantidade de oferta de títulos que também deve chegar ao mercado.

Na semana passada, as ações registraram seu maior ganho percentual semanal em cerca de um ano, já que um relatório de trabalho dos EUA mais fraco do que o esperado, na sexta-feira, fez com que os rendimentos dos Treasuries caíssem, com a visão de que o Fed já não estaria mais aumentando a taxa de juros e poderia começar a cortá-la no próximo ano.

As expectativas do mercado de que o Fed manterá os juros estáveis em sua reunião de dezembro estão em 90,4%, abaixo dos 95,2 de sexta-feira, mas acima dos 74,4% de uma semana atrás. As expectativas de um corte na taxa básica de pelo menos 0,25 ponto percentual aumentaram para mais de 50% na reunião de maio de 2024, de acordo com a ferramenta FedWatch da CME.

Os mercados buscarão mais clareza sobre as intenções do Fed por parte das autoridades que falarão nesta semana, incluindo o chair Jerome Powell e formuladores de política monetária, como o chefe do Fed de Nova York, John Williams, e a presidente do Fed de Dallas, Lorie Logan.

Enquanto isso, o rendimento do Treasury de dez anos, que caiu para os menores níveis em cinco semanas na sexta-feira, reverteu o curso para atingir um pico de 4,668% nesta segunda-feira, antes do leilão do Tesouro dos EUA desta semana, de cerca de 112 bilhões de dólares em notas de três anos e de dez anos, bem como títulos de 30 anos.

O Dow Jones subiu 0,10%, para 34.095,86 pontos. O S&P 500 ganhou 0,18%, para 4.365,98 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq avançou 0,30%, para 13.518,78 pontos.

A sessão marca o sexto avanço consecutivo do Dow Jones e do S&P 500 e a sétima alta consecutiva do Nasdaq. A sequência é a mais longa para o S&P 500 desde o início de junho, para o Dow Jones desde julho e para o Nasdaq desde janeiro.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes