Holzmann pede cautela sobre fim de aumentos de juros pelo BCE taxas e não prevê cortes no 2º trimestre

VIENA (Reuters) - O membro do Banco Central Europeu Robert Holzmann repetiu nesta sexta-feira que o BCE precisa estar pronto para aumentar as taxas de juros novamente, se necessário, e disse não esperar que o banco comece a cortar as taxas no segundo trimestre, como alguns acham que acontecerá.

"Estamos tentando comunicar (aos mercados): por favor, não acreditem que este é o fim da história (sobre os aumentos de juros estarem concluídos)", disse Holzmann a repórteres.

Perguntado se ele descartava um corte na taxa de juros no segundo trimestre do próximo ano, ele disse: "Isso seria um pouco cedo".