IEA prevê excedente de oferta de petróleo em 2024, mesmo com extensão de cortes pela Opep+

OSLO (Reuters) - O mercado global de petróleo terá um leve excedente de oferta em 2024, mesmo que as nações da Opep+ estendam seus cortes até o próximo ano, disse à Reuters o chefe da divisão de mercados e indústria de petróleo da Agência Internacional de Energia (IEA, na sigla em inglês) na terça-feira.

No momento, no entanto, o mercado de petróleo está em déficit e os estoques estão diminuindo "em um ritmo acelerado", disse Toril Bosoni.

"Os estoques globais de petróleo estão em níveis baixos, o que significa que você corre o risco de aumentar a volatilidade se houver surpresas tanto do lado da demanda quanto do lado da oferta", acrescentou.