Nvidia tem projeções acima das estimativas, mas preocupações com China persistem

(Reuters) - A fabricante de chips Nvidia estimou nesta terça-feira uma receita para seu quarto trimestre fiscal acima do que esperavam analistas em Wall Street, diante de dinâmica mais favorável da cadeia de abastecimento, mas com uma perspectiva pessimista para as vendas na China pesando sobre as ações.

A Nvidia, que terceiriza a produção para fabricantes de chips como a TSMC, tem dito projetar melhora trimestre a trimestre no fornecimento de seus chips de inteligência Artificial (IA), com a empresa fazendo pagamentos antecipados e pedidos não canceláveis para garantir que os fornecedores priorizem seus chips.

A demanda por servidores de IA cresceu rapidamente, com a companhia de pesquisa TrendForce estimando que os envios devem aumentar cerca de 40% este ano, graças ao seu uso na alimentação de produtos como o ChatGPT, da OpenAI.

Mas o mercado aquecido para chips de inteligência artificial está enfrentando desafios devido às restrições mais rigorosas dos Estados Unidos sobre as exportações.

Embora a empresa tenha afirmado nesta terça-feira que espera que essas vendas perdidas sejam mais do que compensadas pela demanda de outros países a curto prazo, admitiu que "nossa posição competitiva foi prejudicada, e nossa posição competitiva e resultados futuros podem ser ainda mais prejudicados a longo prazo" se as regras forem ainda mais endurecidas.

As ações caíam cerca de 1% nas negociações pós-mercado, depois da divulgação de balanço trimestral. Os papéis subiam mais de 240% este ano.

A empresa projetou receita no seu atual trimestre fiscal (de novembro ao fim de janeiro) de 20 bilhões de dólares, com margem de erro de 2% para mais ou para menos. Analistas consultados pela LSEG esperavam receita de 17,86 bilhões de dólares.

A receita ajustada do terceiro trimestre aumentou 206%, para 18,12 bilhões de dólares, em comparação com estimativas de 16,18 bilhões de dólares.

A receita trimestral de data centers aumentou 41%, para 14,51 bilhões de dólares, enquanto a receita do segmento de jogos subiu 15%, para 2,86 bilhões de dólares.

Continua após a publicidade

Excluindo itens, a empresa lucrou 4,02 dólares por ação no trimestre encerrado em outubro, superando as estimativas de 3,37 dólares por ação.

No entanto, a Nvidia também fez alguns avisos, dizendo que um quarto das vendas do segmento de data centers da empresa vem da China e que outras regiões, como o Oriente Médio, são agora afetadas pelos novos controles de exportação dos EUA.

"Esperamos que as nossas vendas para estes destinos diminuam significativamente no quarto trimestre do ano fiscal de 2024 (que se encerra em janeiro), embora acreditemos que o declínio será mais do que compensado pelo forte crescimento noutras regiões", disse a diretora financeira da empresa, Colette Kress, em comentários divulgados pela Nvidia.

(Reportagem de Chavi Mehta em Bengaluru e Max A. Cherney em São Francisco; reportagem adicional de Stephen Nellis em São Francisco)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes