OCDE diz que crise orçamentária alemã pode desacelerar economia da UE

BERLIM (Reuters) - A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) alertou nesta quinta-feira que a crise orçamentária da Alemanha, que colocou em questão bilhões de euros em gastos planejados, pode prejudicar a economia europeia nos próximos anos.

"Se houver menos investimentos e gastos na Alemanha nos próximos anos porque há menos dinheiro disponível, isso inevitavelmente terá um impacto sobre a economia da UE", disse à Reuters Robert Grundke, chefe do escritório da OCDE na Alemanha.

Como resultado, a Alemanha importaria menos bens intermediários e menos bens finais e serviços da União Europeia.

Uma decisão judicial na semana passada abriu um buraco de 60 bilhões de euros nas finanças da maior economia da Europa, deixando o governo alemão lutando para encontrar um caminho a seguir.

"A incerteza sobre a futura política fiscal já está tendo um impacto negativo sobre a atividade de investimento das empresas e o comportamento de consumo das famílias na Alemanha", acrescentou Grundke.

Na quinta-feira, o setor siderúrgico da Alemanha expressou preocupações compartilhadas por muitas empresas sobre o que aconteceria agora com os fundos prometidos pelo governo para a transformação industrial do país.

(Por Rene Wagner)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes