Carrefour desiste de previsão de faturamento de R$100 bi para Atacadão em 2024

SÃO PAULO (Reuters) -O Carrefour Brasil anunciou nesta terça-feira que descontinuou a previsão de que sua unidade de atacarejo Atacadão atinja vendas brutas de 100 bilhões de reais em 2024, segundo fato relevante ao mercado.

A companhia afirmou que desistiu do "guidance" diante das mudanças no cenário macroeconômico do país desde a divulgação da projeção em setembro de 2021.

No ano até o final de setembro, o Atacadão teve vendas brutas de 57,9 bilhões de reais. O faturamento total do Carrefour Brasil no período somou 84,4 bilhões de reais.

A companhia projetou investimentos de entre 2,3 bilhões e 2,6 bilhões de reais no próximo ano, quando pretende abrir entre 10 e 12 lojas Atacadão no país e 7 a 9 lojas Sam's Club.

O Carrefour Brasil afirmou ainda que espera converter cerca de 40 hipermercados em lojas Atacadão e Sam's Club entre 2024 e 2026, sendo cerca de 20 das conversões ocorrendo no próximo ano.

Com as conversões, as participações dos segmentos nos negócios do grupo vai mudar. Atualmente, o Atacadão é responsável por cerca 65% das vendas do grupo e nos próximos três anos o percentual vai subir para 70%. Enquanto isso, o formato Sam's Club vai passar de 8% para 12% das vendas. Já a divisão hipermercados vai encolher de uma participação de 26% para 18% nos próximos três anos.

O empresário Abilio Diniz, um dos principais investidores do Carrefour Brasil por meio da empresa que administra o portfólio de sua família, Península, afirmou durante apresentação a analistas nesta terça-feira que o grupo vai focar nos próximos anos em alocação de capital, o que significa que vai buscar melhorar retornos aos acionistas.

"Nossa concentração vai ser fundamentalmente Atacadão, Sam's...pequenas lojas Express e tirar vantagem do (ativo) imobilionário onde for melhor", afirmou Diniz.

"Carrefour nunca foi vocacionado para supermercado. Aqui (Brasil) também não tenho notado ainda uma grande vocação para supermercado", disse Diniz ao ser questionado o que a companhia pretende fazer com as bandeiras Bom Preço, Nacional e Todo Dia.

Continua após a publicidade

O Carrefour Brasil encerrou setembro com 143 hipermercados no Brasil, ante 170 unidades no fim de 2022. Além disso, a base de pontos de venda da empresa tinha no final do terceiro trimestre 47 lojas Sam's Club e 361 unidades do Atacadão.

A meta do Atacadão é atingir 2026 com 470 lojas no Brasil, o que significa que a empresa terá que abrir cerca de 110 lojas no país, algo que ocorrerá também com apostas em lojas da bandeira com áreas menores, afirmaram executivos da companhia.

A expectativa do Atacadão é chegar a 2025 com margem de lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização entre 7% e 8%, ante 6% no acumulado dos nove primeiros meses deste ano.

O anúncio do Carrefour Brasil ocorreu depois que o seu rival Assaí divulgou na segunda-feira projeção de abertura de cerca de 15 lojas no ano que vem, uma desaceleração ante as 27 previstas para 2023, diante de expectativa de finalização de conversões de pontos Extra e pretensão de desalavancar financeiramente a empresa.

(Por Alberto Alerigi Jr.Edição de Paula Arend Laier)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes