UBS BB reitera "compra" e eleva preço-alvo de Petrobras

(Reuters) - Analistas do UBS BB elevaram o preço-alvo das ações da Petrobras para 43 reais ante 42 reais e reiteraram recomendação de "compra" para os papéis, conforme relatório enviado nesta terça-feira a clientes.

Luiz Carvalho e equipe avaliaram que o plano estratégico da companhia para o período de 2024 a 2028 não trouxe grandes novidades, mas uma confirmação da resiliência que a empresa alcançou.

"O plano apresentado pela empresa parece conservador e é provável que vejamos surpresas positivas sendo traduzidas em maiores FCF (fluxo de caixa livre) e dividendos", afirmaram.

Eles acrescentaram que, estruturalmente, mantêm a opinião de que a estatal está mudando gradualmente para uma estratégia que poderá proporcionar menores retornos aos acionistas.

Também vislumbram uma deterioração da política de preços de combustíveis, da distribuição de dividendos, maiores investimentos em projetos de menores retornos e uma flexibilização na supervisão de governança.

"Apesar de tudo isso, continuamos vendo um grande potencial de dividendos prevendo um yield de 6,5% para o quarto trimestre de 2023 e um yield de 18% para 2024."

A equipe do UBS BB revisou seu modelo com a curva de petróleo, estimando que o barril de petróleo aumente para 87 dólares no próximo ano e alcance 80 dólares em 2026.

Eles também afirmaram que incluíram investimentos mais elevados, conforme consta no plano de investimento da empresa para 2024-2028, embora continuem prevendo investimentos em caixa em 80% do investimento estimado.

Na B3, por volta de 14:05, as preferenciais avançavam 1,48%, a 35,59 reais, enquanto as ações ordinárias tinham elevação de 1,31%, a 1,31reais. No mesmo horário, o Ibovespa subia 0,92%.

Continua após a publicidade

Apesar da melhora do preço-alvo dos papéis negociados na B3, os ADRs, recibos de ações negociados nos Estados Unidos, tiveram o preço reduzido, de 17,50 para 17,20 dólares, com tal diferença explicada por questões cambiais.

(Por Paula Arend Laier)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes