Tesla abre sua 1ª loja da América do Sul na capital do Chile

SANTIAGO (Reuters) - A Tesla abriu sua primeira loja na América do Sul esta semana, exibindo seus elegantes automóveis elétricos em um shopping de luxo na capital chilena, Santiago, enquanto a montadora enfrenta uma desaceleração na demanda por elétricos e o crescimento de rivais chinesas.

A Tesla possui pontos de venda no México, mas ainda não havia expandido para a América do Sul, de acordo com seu site.

O Chile tem como meta vender apenas veículos elétricos até 2035, embora a adoção deles ainda seja baixa na América Latina de modo geral, com consumidores receosos dos preços elevados e das redes limitadas de estações de carregamento.

A empresa do bilionário Elon Musk realizou um evento de lançamento na nova loja de Santiago nesta quinta-feira que atraiu fãs do automóvel de última geração -- famoso por seus recursos de piloto automático.

"Vê-lo pessoalmente aqui é tão emocionante", disse Noemi Schuffeneger, que parou para tirar uma foto ao lado dos modelos Y e 3 vermelho, branco e preto. "É um dos meus carros favoritos."

A empresa ainda não detalhou seus planos para o Chile, que detém uma das maiores reservas de lítio do mundo, um componente essencial para as baterias usadas em veículos elétricos.

Musk recentemente tem alertado sobre uma desaceleração no crescimento das vendas da empresa este ano, em meio ao recuo da demanda em todo o setor e à crescente concorrência de rivais chinesas como a BYD.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes