Cumprimento da meta de inflação ainda não está à vista, diz presidente do BC japonês

SÃO PAULO (Reuters) - O presidente do Banco do Japão, Kazuo Ueda, disse nesta quinta-feira que a economia do país ainda não está em uma situação em que se possa prever o cumprimento sustentado da meta de inflação de 2% do banco central.

"Acho que ainda não chegamos lá", afirmou Ueda em uma coletiva de imprensa após participar da reunião dos líderes financeiros do G20 em São Paulo, quando perguntado se o cumprimento da meta de preços já estava à vista.

(Por Leika Kihara)