Bolsas

Câmbio

Petrobras Biocombustível conclui aportes na sucroalcooleira Guarani


A Petrobras Biocombustível realizou ontem, dia 5, mais um aporte de capital na sucroalcooleira Guarani, conforme previsto no acordo firmado entre as duas companhias em abril de 2010. O depósito, de R$ 268 milhões, foi a última tranche de um programa de investimento original de R$ 1,611 bilhão. Com isso, a Petrobras Biocombustível passa a deter 45,9% do capital social da Guarani, e a Tereos Internacional permanece como acionista controlador, com 54,1% do capital social. A sucroalcooleira, que faturou R$ 2,4 bilhões em 2014/15, detém sete usinas de cana-de-açúcar em São Paulo, que em 2015/16 processaram cerca de 20 milhões de toneladas. O primeiro aporte da Petrobras Biocombustível foi realizado em maio de 2010 e, desde então, investimentos foram feitos para ampliar a capacidade de moagem de cana do patamar de 18 milhões de toneladas por safra para 21,5 milhões, relata o diretor para o Brasil do Grupo Tereos, Jacyr Costa Filho. Além disso, nesse intervalo, a companhia ampliou sua capacidade de cogeração a partir do bagaço da cana de 300 mil Megawatts/hora por ano para 1,2 milhão de MW/h.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos