Justiça nega pedido de recuperação judicial do Hopi Hari


O parque de diversões Hopi Hari teve seu pedido de recuperação judicial negado pela Justiça.

A decisão foi proferida ontem pela juíza Euzy Lopes Feijó Liberatti, da Comarca de Vinhedo (SP). O pedido de recuperação judicial foi feito em 24 de agosto.

Em dificuldades financeiras já há alguns anos, o Hopi Hari tem enfrentado resultados fracos e alto endividamento. No fim de 2015, sua dívida líquida estava em R$ 276 milhões.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos