Bolsas

Câmbio

Câmara faz sessão para votar PEC dos gastos em 2º turno

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), iniciou, por volta de 12h20, a sessão para que a PEC do teto dos gastos seja votada em segundo turno.

A proposta de criar um limite para as despesas públicas foi aprovada, em primeiro turno, entre os dias 10 e 11 de outubro.

Contrários à principal medida fiscal do presidente Michel Temer, oposicionistas vão tentar impedir a votação nesta terça-feira.

Mas a base aliada do governo se mobiliza para derrubar a investidas da oposição.

Por exemplo, o primeiro requerimento a ser analisado nesta tarde é para que a PEC do teto seja retirada da pauta. Esse pedido foi apresentado pelo líder do governo, André Moura (PSC-SE), e deve ser rejeitado. Isso é uma estratégia para diminuir o arsenal do PT, PCdoB e PDT, por exemplo, contra a PEC.

É um instrumento regimental que tem sido usado por aliados de Temer para reduzir a obstrução de oposicionistas, pois, dessa forma, Moura derrubará diversos requerimentos apresentados pela oposição.

Maia prevê ainda concluir, após a análise da PEC, a votação do projeto de lei que retira a obrigatoriedade de a Petrobras participar da exploração de todos os campos do pré-sal.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos