Bolsas

Câmbio

Commodities sustentam alta do Ibovespa

A alta nos preços das principais commodities, petróleo e minério de ferro, sustentou a alta do pregão de hoje na bolsa de valores. O índice fechou com alta de 0,14% aos 65.840 pontos, com volume financeiro de R$ 7,5 bilhões. De acordo com operadores, a valorização das commodities impediu que a bolsa de valores passasse por um movimento de realização de lucros. Neste mês, o Ibovespa já subiu 9,32%.

As ações da Vale e das demais empresas siderúrgicas fecharam em alta. Os papéis PNA da Vale subiram 2,79% e as ações ordinárias tiveram alta de 2,46%. O preço do minério de ferro subiu 1,9% no porto de Qingdao, na China, para US$ 82,69 a tonelada. No ano, o preço do minério já subiu 4,8%. Ontem, o Citi elevou a recomendação para as ações da empresa. Nos cálculos do banco, se o minério permanecer a US$ 80 por tonelada, o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização, na sigla em inglês) subiria mais US$ 5,3 bilhões.

As ações da Petrobras fecharam com movimentos distintos. Os papéis preferenciais subiram 0,31% e as ações ordinárias recuaram 1,39%. O preço do petróleo era negociado com alta no mercado internacional. Os contratos futuros de petróleo tipo WTI subiram 0,8% para US$ 53,18 o barril. As importações de petróleo da China subiram para um nível recorde em dezembro e fecharam o ano em alta. O aumento da demanda por petróleo tem ajudado a enxugar o excesso de estoques globais. As ações da Petrobras também subiram depois de a estatal ter comunicado ontem que a Justiça permitiu, temporariamente, o prosseguimento da venda de nove campos localizados nos estados do Ceará e de Sergipe.

Já as ações dos bancos passaram por um movimento de correção de preços, após a alta do dia anterior. Os papéis do Banco do Brasil caíram 1,89%, os papéis preferenciais do Bradesco recuavam 0,37%, já as ações ordinárias do Bradesco caíram 0,19%, as ações do Itaú Unibanco caíram 0,24%, os papéis unit do Santander recuaram 1,98%. Há pouco, o Banco Central (BC) começou a explicar as medidas de simplificação das regras do depósito compulsório.

No final de dezembro, o presidente do Banco Central (BC), Ilan Goldfajn, informou que pretendia unificar a alíquota dos depósitos compulsórios e uniformizar e simplificar as regras de cumprimento de procedimentos burocráticos. "Apesar da queda de hoje, as ações dos bancos continuam com boas valorização. Os papéis do Santander, por exemplo, já subiram 148% nos últimos 12 meses e 9,42% neste ano", diz Ari Santos, gerente de mesa Bovespa da H.Commor DTVM.

Outros destaques de alta no dia foram as ações da Multiplus, que subiram 2,69%. A empresa anunciou o primeiro cartão de crédito co-branded com o Itaú. O novo cartão Multiplus Itaucard começará a ser distribuído com a bandeira Mastercard e depois com a bandeira Visa.

As ações ordinárias da Rumo subiram 1,90%. Hoje ocorreu a primeira de duas audiências públicas presenciais sobre a renovação da concessão da Malha Paulista, a concessão da ferroviária que liga Rondonópolis (MT) ao porto de Santos (SP). A concessão termina em 2028 e a Rumo pede a renovação antecipada por mais 30 anos em troca de R$ 4,7 bilhões em investimentos.

As ações da Cielo subiram 4,27% e, segundo analistas, o movimento é de correção de preços, já que o papel havia caído bastante nos últimos dias. A empresa divulga o balanço financeiro na próxima segunda-feira, 30 de janeiro. O BTG Pactual espera alta de 14% para o lucro da empresa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos