Bolsas

Câmbio

Ibovespa encerra a semana com alta de 2,46%

O Ibovespa seguiu o movimento de realização de lucros no mercado americano e fechou em baixa de 0,10% aos 67.748 pontos. Na semana, a bolsa subiu 2,46% e no ano a alta é de 12,49%. As notícias corporativas ajudaram a dar o tom do mercado acionário nesta sexta-feira.


Entre as ações mais negociadas, os destaques de alta ficaram com os papéis ordinários da Estácio, com alta de 5,72%, seguidas pelas ações ordinárias da Smiles, com valorização de 4,61%, e Fibria, que teve valorização de 2,87%.


O banco Credit Suisse atualizou a recomendação do papel da Smiles, de neutro para compra, e elevou o preço-alvo de R$ 61 para R$ 67, com base nos resultados positivos do quarto trimestre da empresa e consequente expectativa de maior potencial de crescimento para determinados indicadores.


As ações da Fibria subiram acompanhando o desempenho positivo de um par do setor, a Suzano Papel e Celulose, que teve alta de 2,09%. A Suzano anunciou hoje um aumento de preço de US$ 30 para a tonelada da celulose de eucalipto negociada na Europa e na América do Norte. Os valores serão válidos a partir de 1º de março.


As ações da Petrobras caíram com os papéis ordinários fechando com desvalorização de 1,47% e as ações preferenciais tiveram baixa de 1,58%. Os preços do petróleo fecharam em baixa no mercado internacional. O governo federal está perto de anunciar as novas regras de conteúdo local para a 14ª rodada de licitações de campos de petróleo e gás.


As ações da Vale fecharam em alta. Os papéis PNA tiveram ganho de 1,26% e as ações ordinárias subiram 0,89%. O preço do minério de ferro voltou a subir e teve alta de 0,3% para US$ 90,37 a tonelada, em Qingdao, na China. Segundo reportagem publicada pelo Valor, o presidente Michel Temer não vai interferir na troca de comando da companhia prevista para maio, quando termina o atual contrato de Murilo Ferreira.


Fora do Ibovespa, as ações preferenciais da Gol subiram 8,15% mesmo depois de a empresa ter reportado prejuízo líquido de R$ 30,2 milhões no quatro trimestre, uma queda de 97,3%. O Conselho de administração da Gol propôs a mudança do programa de recibos de ações da companhia (ADR, na sigla em inglês), passando a proporção para cinco ações preferenciais para cada ADR. A relação anterior era de dez papéis preferenciais para cada ADR. O objetivo da mudança, segundo a Gol, é aumentar a liquidez dos papéis.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos