Captação via mercado de capitais cresce 30% no semestre, nota Anbima

O mercado de capitais brasileiro apresentou crescimento no volume de recursos emitidos tanto em renda fixa quanto em variável, de acordo com dados da Anbima, associação que representa o mercado.


Os recursos levantados pelas companhias cresceram 30% no primeiro semestre, passando de R$ 80,1 bilhões para R$ 104,4 bilhões. Em renda fixa, o volume do mercado local atingiu R$ 39,9 bilhões, 7% maior que um ano antes, e o externo ficou em R$ 51,3 bilhões, 30,5% maior.


Em renda variável, os recursos levantados saíram de R$ 3,5 bilhões no início de 2016 para R$ 13,1 bilhões em 2017.


Segundo a associação, a participação de investidores institucionais na subscrição de debêntures aumentou em detrimento da participação de instituições ligadas à oferta e cresceu o número de companhias limitadas acessando o mercado de capitais via notas promissórias.


Outro destaque do semestre foi o prazo médio das debêntures emitidas. A fatia de papéis com até três anos de prazo caiu de 71,9% no primeiro semestre de 2016 para 51,6% em mesmo intervalo deste calendário, enquanto a parcela de títulos com quatro a seis anos saiu de 17,5% para 32,6%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos