Bolsas

Câmbio

IPC-Fipe tem queda de 0,11% na terceira medição de julho


O Índice de Preços ao Consumidor medido pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (IPC-Fipe) acelerou ligeiramente na terceira quadrissemana de julho, apesar de ter se mantido em terreno negativo. O indicador passou de recuo de 0,15% para queda de 0,11% no período, influenciado pelos preços nos grupos habitação, alimentação e transportes. Juntas, as três categorias representam quase 70% do IPC.


Os preços de habitação deixaram alta de 0,11% na segunda prévia de julho para recuo de 0,14% na mediçãoatual. O impacto foi suavizado pelo grupo alimentação que registrou deflação menor, de 0,34%, após declinar 0,74% na segunda leitura do mês. Os custos com transporte caíram em média 0,39% na terceira medição de julho, menos que o recuo de 0,49% registrado na parcial anterior. O conjunto de vestuário também teve resultado negativo menor ao passar de baixa de 0,11% para queda de 0,07%.


Os grupos despesas pessoais (0,32% para 0,21%), saúde (0,62% para 0,71%) e educação (0,04% para 0,31%) mantiveram o IPC-Fipe pressionado na terceira quadrissemana de julho, evitando uma deflação maior no indicador.


O IPC-Fipe mede a variação de uma cesta de produtos para famílias com renda entre 1 e 10 salários mínimos na cidade de São Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos